sexta-feira, julho 29

Namore alguém que te faça bem


Isso mesmo,namore alguém que te faça bem. A galera na internet resolveu criar suas formulazinhas de pessoas perfeitas, e eu venho discordar de todas. Namore alguém que leia, desde que independente da leitura ela seja uma pessoa que te faça sorrir. Namore alguém que escreva, desde que os olhos delas falem mais que as palavras que são colocadas no papel pra você. Namore alguém que jogue vídeo game, desde que ele aperte pause pra responder sua mensagem (ai você casa*-*) e que ele te convide pra compartilhar com você o que ele mais gosta por pior que você seja. Namore alguém que goste de filmes, desde que o filme preferido dele seja a história de vocês dois, e que ele conte a cena do encontro de ambos melhor que conta a cena de cinema preferida dele. Namore alguém que goste de música, desde que a melhor música que ele ouça é você sussurrando no ouvido dele. Namore colecionadores, desde que vocês colecionem juntos as melhores histórias, os melhores sorrisos e as melhores lembranças. Namore um “brutamontes”, desde que ele não perca a capacidade de assistir sua comédia romântica preferida com você e ainda fingir que não está emocionado pra ser sempre o super-herói da sua vida. Namore um machista, desde que ele cuide de você acima de tudo e tenha orgulho da mulher que tem em casa com todos os seus defeitos. Namore um músico, desde que não só as notas dele toquem seu coração, mas a maneira como ele olha pra você quando te dedica uma música. Namore alguém. Alguém que você goste do jeito que é e que te incomode. Alguém que te faça querer ser melhor, mesmo que apenas naquele mundinho que vocês criaram. Namore alguém que mesmo sem nenhum estereótipo se enquadre em seu padrão, ou não. Namore alguém que te torne a pessoa mais importante do mundo em uma segunda-feira e que torne o tédio de domingo interessante. Namore alguém simplesmente pelo prazer de estar com ele, ou morra procurando o ser perfeito.

3 comentários:

  1. Faltou só dizer que esse post só existiu por causa daquele outro post que eu te mostrei ^^

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo mesmo. Acho que é tipo uma dica, esse texto. Às vezes nos esquecemos do que realmente nos faz bem e acabamos vivendo em função do outro. Experiência própria, claro.

    Adorei!

    ResponderExcluir

Comenta ai