quinta-feira, outubro 20

Sobre amizades coloridas e outras variáveis


“Friends with Benefits” é de fato um lindo filme. Comédias românticas são inspiradoras e de nos fazem acreditar em amor de novela. A questão é: como esperar comédias românticas sem personagens pré definidos que residem na vida real? Todos os românticos de carteirinha ão de convir que já se pegaram imaginando quão lindo seria imaginar a vida dentro de um dos filmes de nosso apreço, mas o filme que intitula esta postagem veio para “discutir” o homem dos sonhos de toda mulher. O filme fala nada mais nada menos de uma headhunter que se envolve em um “relacionamento” com um grande amigo onde ambos buscam sexo e somente sexo. Como há de se esperar o filme desenvolve uma trama romântica e a estória se desenrola. Mas, a variável em questão não é como o filme se desenrola, mas como tudo isso acontece na vida real.


Antes de tudo vamos a um ponto que é crucial para esse tipo de relacionamento: o dialogo. Primeiro que não é com qualquer amigo que você vai ceder né?! E a grande questão das amizades com benefícios é que nem sempre ambos os beneficiados se enxergam como apenas amigos, e bem, alguém se machucará. Portanto amigo(a), ou você deixa isso bem claro ou se prepare pra ouvir ofensas posteriormente. Cafajeste ou vadia, você não se tornará algo legal pro outro alguém.
Outro ponto importante, que as mulheres deveriam anotar (sério), é que ele não está sendo legal com você porque te ama ou algo do tipo. É bem simples, homens querem sexo (e mulheres também, por favor u_u), e se ele te trata bem dificilmente é porque ele te ama, é pelo simples fato de que te tratar bem é uma forma de te manter por perto, e por mais que ele seja seu amigo, te “cortejar” é a melhor maneira de continuar conseguindo o que ele quer.

Outra coisa que particularmente ME irrita é como os homens são estúpidos a ponto de depois te toda a confiança conquistada a ponto de chegarem a este estágio o amigo por pouco não compartilha no facebook o que fez e pior, com quem fez. Eu diria que é infantilidade, mas já vi tanto marmanjo fazendo isso que eu chamo de canalhice mesmo. Sério, não é só por motivos pessoais, é uma questão de cumplicidade. Duvido que os senhores gostariam de ouvir ela dizendo pra todo mundo que vosso órgão sexual não as satisfazem. Coloque-se no lugar, não é legal. E o mesmo vale para as mulheres, que não estão isentas do pecado da boca grande.

Pra finalizar, o que todo mundo deveria saber mas não custa dar uns tapas na cara as vezes: não confunda as coisas. E caso isso aconteça, se afaste, pense a respeito. Não vale estragar uma amizade que pode ser longa e duradoura por paixonites. Pensem bem. No mais, nunca espere uma evolução desse tipo de situação, e principalmente, não perca as oportunidades da sua vida por esse tipo de relacionamento. E se caso evoluir, aproveite-se. Pode ser bem legal namorar alguém que te conheça previamente.


Ps: Assistam o filme. (É liiiindo *-*)

Um comentário:

  1. Que sejamos lindos, sensuais, gostosos, libidinosos, chamosa e autossuficiente no âmbito material, mas sem sensibilidade e romantismo não somos ninguém, né?

    ResponderExcluir

Comenta ai